Sobre Isabella Carnevalle



Nascida em Porto Alegre Isabella Carnevalle é fotógrafa, e seu envolvimento profissional com a imagem surgiu a partir de 1997, quando passou a vivenciar a fotografia no universo da arte e do fotojornalismo.

Tem sido contemplada em financiamentos culturais e participou de diversas exposições, com imagens premiadas no Brasil e no exterior. Conquistou o segundo lugar no concurso The American Photo and Nikon 2000 Photo Contest, na categoria fotojornalismo (Nova York, 2000). E o primeiro lugar profissional no 1º Prêmio Best de Expressão Social (1997) com uma imagem do ensaio minha alma chama, parcialmente exposto no Salão de Artes Plásticas em Manaus. Suas fotografias fazem parte de acervos particulares e uma de suas imagens do ensaio Kaingang índios no urbano... um novo horizonte faz parte do acervo da Secretaria Municipal de Cultura de Porto Alegre, RS.

Em 1988 mudou-se para São Paulo, capital, e atuou principalmente no mercado foto-jornalístico paulistano, entre 1999 e 2003. De volta a Porto Alegre, em 2003, passou a desenvolver trabalhos voltados para o documentário e a expressão artística.

Têm fotos e textos publicados em revistas como National Geographic Brasil, Estampa e a sueca Brazil & Sweden Norway. Fotografou para os jornais Valor Econômico, Folha de São Paulo, Estado de São Paulo, Agora São Paulo,Diário de São Paulo e o sueco Världens Affär. Trabalhou para Instituições como agência Fotosite (SP), Câmara de Comércio Sueca (SP), GDS International (SP), Hoestch (Brasil), Holcim (Brasil), Liceu de Artes e Ofícios (SP), Associação Brasileira para o Progresso da Ciência - SBPC (RS), SESC Pompéia (SP) e a sueca Swedfund Internaional A. E realizou trabalhos para os artistas Ana Norogrando, Cláudia Paim, Dadá Cardoso, Gerald Thomas, Hélio Ziskind e Neide Jallageas.

Contato

Das exposições que participou, destacam-se:

Desde 2004 ensina fotografia como uma forma de expressão, e bastante assiduamente a técnica de impressão fotográfica do século XIX, Cianotipia. oferecida no Rio Grande do Sul e que já aconteceu:

A fotógrafa busca trocar experiências com artistas, antropólogos e jornalistas, inclusive trabalhando em parceria com alguns deles. No campo das artes foi assistente de Francisco Costa na oficina de Daguerreotipia que aconteceu no FestFotoPOA de 2009. Participou com uma oficina de fotografia no projeto Sobre as Águas de Ana Norogrando, e na instalação fotográfica Realidades Meramente Superficiais e na produção do vídeoarte Intervalo, ambos da artista Neide Jallageas, em 2000.



Fevereiro de 2015